Início Turismo Museus de Ouro Preto

Museus de Ouro Preto

54
0
COMPARTILHAR
Ouro Preto Museu Turismo, MG, Brasil
Ouro Preto Museu Turismo, MG, Brasil

Museus de Ouro Preto

Museus de Ouro Preto – Os melhores museus de Ouro Preto/MG que o turista deve visitar.

Sistema de Museus de Ouro Preto

Museu Virtual de Ouro Preto




Museus de Ouro Preto, MG

Casa do Pilar (anexo do Museu da Inconfidência)

Um acervo composto por aproximadamente 20 mil volumes encontra-se disponível na Biblioteca do Museu da Inconfidência, no Anexo III, Casa do Pilar, onde é atendido um público principalmente de estudantes universitários e pesquisadores.

Dentre as atividades desenvolvidas pelo setor, estão: catalogação, registro e indexação de novas aquisições; alimentação e revisão das estruturas e dos conteúdos da base de dados; disseminação das coleções do acervo bibliográfico por meio de atendimento ao público, pesquisas e levantamento bibliográfico; conservação e preservação do acervo; acesso a bases de dados para recuperação de informações e promoção de intercâmbio entre instituições afins.

O pesquisador tem acesso a livros, periódicos, obras de referências, publicações avulsas, teses e monografias, além de material de outra natureza. Os títulos pertencem às diversas áreas do conhecimento, com ênfase em História de Minas, Museologia, Artes, Literatura e Religião. Dentre eles, estão mais de 1400 obras raras. A atualização do acervo é feita anualmente por meio de doações e aquisições. Para a indicação dos títulos, colabora o corpo técnico da própria instituição.

Informações

Endereço: Rua do Pilar, 76 – Bairro Pilar. Ouro Preto – (SEDE)

Telefone: +55 (31) 3551-1378

Horário de Funcionamento: De segunda a sexta-feira, das 9h às 12h e das 14h às 18h.

Site: http://www.museudainconfidencia.gov.br/interno.php?pg=biblioteca

Ingresso: Entrada gratuita.

 

Ecomuseu da Serra de Ouro Preto

O Projeto Ecomuseu da Serra de Ouro Preto é coordenado desde 2005 pela Profª. Yára Mattos, do Departamento de Museologia da Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP). Além de ser um projeto de extensão da Universidade, é também um braço do Projeto de Implantação do Parque Arqueológico do Morro da Queimada, parceria entre o Ministério da Cultura/Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional/Escritório Técnico de Ouro Preto e a Prefeitura Municipal de Ouro Preto – sendo considerado um projeto interinstitucional.

Informações

Endereço: Núcleo São Sebastião:espaço cultural Cores, Flores e Sabores (bar da Nida). Ouro Preto – (SEDE)

Telefone: +55 (31) 9311-0623 (Nida) 8632-1359 (Yara)

Horário de Funcionamento: Agendar por telefone.

Site: http://www.ecomuseuserraop.ufop.br/

Ingresso: Entrada gratuita.

 

Museu Aleijadinho

O Museu Aleijadinho foi criado em 1968, pelo então pároco, Padre Francisco Barroso Filho, Bispo Emérito de Oliveira, para reunir peças de arte sacra e documentos gráficos com a finalidade de conservar, preservar e difundir o precioso acervo da Paróquia Nossa Senhora da Conceição de Antônio Dias em Ouro Preto.A denominação do Museu é uma homenagem ao grande artista ouropretano Antônio Francisco Lisboa, o “Aleijadinho”, Patrono da Arte no Brasil, filho de Manuel Francisco Lisboa, construtor do Santuário de Nossa Senhora da Conceição.

No ano de 2007 o Museu passou por uma completa revitalização museológica e museográfica.

O Museu Aleijadinho funciona em um Circuito que abrange três igreja históricas de Ouro Preto: Santuário Nossa Senhora da Conceição. Nesta igreja estão as salas do Museu: Refulgência, Festas Religiosas, Arte na Talha, Mini-auditório, Sala Multivisão e Sala da Encenação da Morte; Igreja de São Francisco de Assis e Igreja de Nossa Senhora das Mercês e Perdões.

ESPAÇO TEMPORARIAMENTE FECHADO PARA REFORMAS

Informações

Endereço: Igreja São Francisco de Assis. – Largo de Coimbra, s/n°. Ouro Preto – (SEDE)

Telefone: (31) 3551-4661

Horário de Funcionamento: Terça-feira a domingo, das 8h30 às 12h e de 13h30 às 17h.

Site: www.museualeijadinho.com.br

Ingresso: Valor do Ingresso: R$ 10,00 (inteira) e R$ 5,00 (meia).

 

Museu Casa dos Contos

Símbolo remanescente do período conhecido por Ciclo do Ouro (séc. XVIII) a Casa dos Contos foi erguida entre os anos de 1782 a 1784 para servir de residência ao administrador de impostos da capitania de Minas Gerais, João Rodrigues de Macedo.  Mais tarde serviu para abrigar a Junta da Real Fazenda e a Intendência do Ouro, recebendo por isso a denominação de Casa dos Contos.Em uma de suas laterais, perpetuando suas origens fiscais, encontra-se a Agência da Receita Federal local.

Este espaço também serviu de cárcere para os Inconfidentes Mineiros, lembrando aqui de Cláudio Manuel da Costa encontrado enforcado em sua cela. Atualmente o Museu Casa dos Contos é uma das poucas casas ouro-pretanas em que ainda existe uma senzala. Pertence atualmente ao Ministério da Fazenda e guarda acervos que incluem: mobiliário dos séculos XVIII e XIX, ferramentas utilizadas no barramento do ouro, documentos, cartas, uma rica biblioteca e curiosa coleção de moedas. Recebendo ainda eventuais exposições de obras e manifestações culturais.

Informações

Endereço:Rua São José , 12, Centro. Ouro Preto – (SEDE)

Telefone: +55 (31) 3551-1444

Horário de Funcionamento: Segunda: FECHADO. Terça a Sábado das 10h às 17h. Domingos e feriados das 10h às 15h.

Site:

Ingresso: Não há taxa de visitação.

 

Museu Casa dos Inconfidentes

O Museu Casa dos Inconfidentes abriga acervo mobiliário que visa demonstrar aos visitantes parte do cotidiano de uma residência da Ouro Preto oitocentista.Conhecida como Chácara dos Inconfidentes desde o século XIX, por meio da tradição oral, a sede do Museu firmou-se como um dos locais a abrigar as reuniões dos inconfidentes e, embora não existam documentos que comprovem tal afirmativa, diz-se que pertenceu a José Álvares Maciel, capitão-mor de Vila Rica, pai e sogro de dois dos principais envolvidos na Inconfidência: José Álvares Maciel Filho e Francisco de Paula Freire.

O Museu Casa dos Inconfidentes é um espaço dinâmico, com função cultural e social, que tem investido em ações educativas que valorizam a comunidade de Ouro Preto, seus saberes e fazeres, como oficinas variadas, palestras, tardes culturais e outros eventos. Além do mobiliário dos séculos XVIII e XIX, de informações acerca da Inconfidência Mineira e de atividades variadas, lá o visitante também encontra belíssima área verde, e uma vista incomparável da cidade.

Informações

Endereço:Rua Engenheiro Correa, s/n, Vila Aparecida. Ouro Preto – (SEDE)

Telefone: +55 (31) 3551-2739

Horário de Funcionamento: Segunda a sábado, de 10h às 16h.

Site: [email protected]

Ingresso: Não há taxa de visitação.

 

Museu Casa Guignard

Alberto da Veiga Guignard (1896-1962) é considerado um dos maiores pintores e desenhistas brasileiros do século XX. Encantado pela paisagem das cidades históricas de Minas, mitificou o tema numa obra que se impôs ao respeito e admiração do Brasil. O Museu foi inaugurado em 1987 e integra o Sistema Operacional da Secretaria de Estado da Cultura de Minas Gerais, através da Superintendência de Museus, instalado em edificação histórica no centro de Ouro Preto. Seu acervo reúne obras do autor e peças que ilustram sua vida e oferecem visão ampla sobre a trajetória do mestre. Exposições temporárias, pesquisa e ação educativa dinamizam o espaço cultural.

Informações

Endereço:Rua Conde de Bobadela, 110, Centro.Ouro Preto (SEDE) Ouro Preto – (SEDE)

Telefone: +55 (31) 3551-5155

Horário de Funcionamento: Terça a Sexta, das 12h às 18h. Sábados, domingos e Feriados, das 10h às 15h.

Site: http://www.museuguignard.mg.gov.br/

Ingresso: Entrada gratuita com agendamento.

 

Museu da Farmácia – UFOP

A Escola de Farmácia de Ouro Preto criada em 1839 e hoje integrada à Universidade Federal de Ouro Preto é pioneira no país no ensino de Farmácia desvinculado das Faculdades de Medicina e uma das pioneiras no Ensino Superior.Ao longo de sua existência preservou um acervo formado por material didático de origem européia, mobiliário, drogas e equipamentos do final so século XIX, documentos com registro de vida acadêmica e administrativa da Instituição, livros, periódicos e teses com ênfase no séc XIX e início do séc XX.

Este conjunto encontra-se em prédio onde funcionou o Congresso Mineiro e onde foi promulgada a primeira Constituição Republicana do Estado, ocupado pela Escola de Farmácia desde o início do século XX.

Utilizando parte deste acervo, o Museu de Pharmacia abriga a mostra “Ensino e prática profissional de Farmácia em Ouro Preto no final do séc. XIX e início do séc. XX” que pretende propor mecanismos de análise do presente e de compreensão das tendências do futuro da profissão farmacêutica, através da interação dos visitantes com o seu passado.

Texto: Sistema de Museus de Ouro Preto

Informações

Endereço: Rua Costa Sena, 171, Centro. Ouro Preto – (SEDE)

Telefone: +55 (31) 3559-1628

Horário de Funcionamento: De terça a sexta, das 13h às 17h.

Site: http://www.museusouropreto.ufop.br/index.php?option=com_content&view=article&id=83&Itemid=86

Ingresso: Entrada gratuita.

 

Museu da Inconfidência

Formado por mais de quatro mil objetos, o acervo do Museu da Inconfidência possui exemplares de praticamente todas as esferas da vida social mineira dos séculos XVIII e XIX. Aceitando a verdade histórica de que a inconfidência não teria existido se não fosse Vila Rica, onde ocorria o grande confronto com a Metrópole devido à exploração do ouro e onde estava emergindo uma classe social com massa crítica que permitiu se pensar na autonomia do país, o Museu foi reestruturado para apresentar a Inconfidência relacionada com Ouro Preto. No piso inferior é apresentada a infra-estrutura da evolução econômica, social e política e no superior a superestrutura da criação artística de Vila Rica.

Informações

Endereço:Praça Tiradentes, 139, Centro. Ouro Preto – (SEDE)

Telefone: +55 (31) 3551-1121 / 3551-5233

Horário de Funcionamento: Terça a domingo, de 10h às 18h (venda de ingresso até às 17:30h).

Site: http://www.museudainconfidencia.gov.br

Ingresso: R$ 10,00 (inteira) e R$ 5,00 (meia) para estudantes e idosos acima de 60 anos, crianças até 7 (sete) anos não pagam.

 

Museu das Reduções

O Museu das Reduções nasceu do Projeto Redução realizado pelos Irmãos Vilhena, quatro irmãos aposentados que se uniram para realizar o sonho de deixar um legado artístico e cultural de grande valor. Viajaram pelo pais com o intuito de fotografar,medir e desenhar as mais diversas relíquias arquitetônicas nacionais, preocupando-se com cada detalhe das edificações que foram minuciosamente escolhidas, levando-se em conta a representatividade, o tamanho, a riqueza de detalhes, a beleza plástica, os matérias empregados e a diversidade da natureza dos prédios. Assim começaram a reproduzir artisticamente esses monumentos históricos em escala reduzida.O Projeto de Redução precisava de um lugar apropriado para ser sede do parque, e analisando o fluxo turístico necessário à manutenção do empreendimento, direcionou-o para a região de Ouro Preto, os Irmãos iniciaram a produção das réplicas no distrito de Amarantina.

A cerca de 25 km do Centro Histórico de Ouro Preto o Museu das Reduções tem merecido o reconhecimento de autoridades, intelectuais e artistas como um importante equipamento turístico, cultural e educacional. O Museu atrai o público pela beleza plástica de suas réplicas e pela fidelidade e riqueza de detalhes. Seu diferencial são as réplicas confeccionadas com os mesmos materiais empregados nas edificações originais, como madeira, tijolo, vidro e pedras, sem produtos industrializados e/ou sintéticos.

São mais de 25 réplicas de monumentos de 15 Estados do Brasil, expostas em jardins suspensos, que retratam com perfeição os 5 séculos de nossa riquíssima arquitetura.

Informações

Endereço:Rua São Gonçalo, 131 – Amarantina. Amarantina

Telefone: +55 (31) 3553-5182

Horário de Funcionamento: Todos os dias, exceto às terças feiras, de 9h às 12 h e 13 h às 16h40.

Ingresso: R$10,00 (inteira) e R$5,00 (meia).

 

Museu de Arte Sacra

Integra o Museu de Arte Sacra o conjunto dos bens integrados da Igreja Matriz do Pilar e os bens da exposição permanente. Na exposição permanente, os bens estão selecionados e classificados nas seguintes mostras: a prata em Minas Gerais, objetos litúrgicos e irmandades religiosas, iconografia religiosa, Aleijadinho, Nossa Senhora do Pilar, triunfo eucarístico, quaresma e semana santa, pintura religiosa e sacristia.

Informações

Endereço:Praça Monsenhor João Castilho Barbosa, s/ nº. Basílica de Nossa Sra. Do Pilar – Travessa Lauro Barbosa, Pilar , 16, Ouro Preto (Sede) Ouro Preto – (SEDE)

Telefone: +55 (31) 3551-4735 / 3551-4736

Horário de Funcionamento: Terça-feira, Quarta-feira, Quinta-feira, Sexta-feira, Sábado, Domingo de 09:00h a 10:45h, de 12:00h a 16:45h

Site: www.museuvirtualdeouropreto.com.br

Ingresso: R$8,00 (inteira) e R$4,00 (estudantes e pessoas acima de 60 anos).

 

Museu de Ciência e Técnica da Escola de Minas da UFOP

Criado no fim do séc. XIX, reúne  o expressivo acervo da Escola de Minas, uma das mais antigas escolas de Engenharia do Brasil. O Museu registra parte importante do desenvolvimento científico nacional apresentando as mais completas coleções em seus setores de Mineralogia, História Natural, Mineração, Metalurgia, Química, Física, Astronomia, Topografia, Desenho e Biblioteca de Obras Raras. O Museu está instalado no antigo Palácio dos Governadores, construído entre 1740 e 1750, com projeto de José Fernandes Pinto Alpoim, tendo como mestre-de-obras Manoel Francisco Lisboa, pai do escultor Aleijadinho. Com a transferência do Palácio que abrigou os governadores da Capitania, os presidentes da Província Imperial e os presidentes Republicanos para Belo Horizonte em 1897, o prédio passou a ser ocupado pela Escola de Minas fundada em 1876.

Informações

Endereço:Praça Tiradentes, 20, Centro, Ouro Preto – (SEDE)

Telefone: +55 (31) 3559-3118

Horário de Funcionamento:

Setores de Mineralogia, História Natural, Mineração, Metalurgia, Química, Física e Ciência Interativa: de terça a domingo das 12:00 às 17:00 horas. Devido a escala de funcionários, eventualmente, alguns setores poderão estar fechados à visitação pública.

Setores de Astronomia, Topografia, Desenho e Observatório Astronômico: aos sábados das 20:00 às 22:00.

Setor de Siderurgia – Parque Metalúrgico/ Centro de Artes e Convenções da UFOP: mediante agendamento.

Setor de Transporte Ferroviário – Estação de Ouro Preto/ Projeto Trem da Vale: terça a domingo das 09:00 às 17:00 horas.

Site: www.museu.em.ufop.br

Ingresso: R$10,00 (inteira), R$5,00 (meia), R$ 2,50 (social – escolas públicas até o ensino médio)

 

Museu do Chá

O Parque Estadual do Itacolomi, localizado nos municípios de Ouro Preto e Mariana, MG, possui uma área protegida de 7543 ha. No entanto, parte das terras que hoje constituem essa Unidade de Conservação outrora, foi passagem de bandeirantes que chegavam à Vila Rica: possui uma Casa Bandeirista, construída para servir de posto fiscal no tempo da exploração aurífera, em 1706. Posteriormente, tornou-se área de cultivo do chá da Índia, Camelia sinensis, que recebeu o nome de Edelweiss, em homenagem a esposa do proprietário da Fazenda.No início do século 20, o chá aí cultivado era beneficiado, e exportado e, esta localidade, ficou conhecida como Fazenda São José do Manso, mas entrou em decadência. Por volta de 1950 houve uma nova tentativa de cultivo e beneficiamento. Grande parte do maquinário utilizado no beneficiamento do chá encontra-se ainda no galpão e é o principal objeto da exposição sobre o tema do chá no Museu. Além deste maquinário alemão, o museu conta ainda com vídeos sobre a história, cultivo, produção e costumes da época áurea do chá, assim como, painéis informativos sobre todos os processos de produção e curiosidades sobre a bebida mais consumida do mundo.

Horario de funcionamento terça a domingo. De terça a sexta preço único de 5,00 e sábado e domingo 10,00 com meia para estudantes e maiores de 65 anos. Moradores da região não pagam a entrada.

Informações

Endereço:Localizado na sede administrativa do Parque do Itacolomi – BR 356 / Trevo do Hospital de Ouro Preto. Ouro Preto – (SEDE)

Telefone: +55 (31) 3551-6193

Horário de Funcionamento: Terça-feira a domingo das 8h às 17h.

Ingresso: R$10,00 aos finais de semana e feriados e R$ 5,00 para dias corridos. Entrada gratuita para moradores da região.

 

Museu do Oratório

O prédio onde hoje funciona o Museu do Oratório é um dos mais significativos edifícios da Ouro Preto setecentista. Situado no centro da antiga Vila Rica, destaca-se por sua arquitetura simétrica e harmônica, bem nos padrões da época. O sobrado, em dois pavimentos, é considerado uma obra singular por ter funcionado como Casa do Noviciado do Carmo – função diferenciada da usual. Anexa ao sobrado está uma pequena construção térrea.A construção do sobrado, da casa térrea e do cemitério é contemporânea à edificação da Igreja datada de meados do século XVIII. A decisão de se erguer uma casa que servisse para guardar móveis, objetos sacros e documentos da Irmandade do Carmo ocorreu em 4 de novembro de 1753.

Em 1756, as obras foram arrematadas por José Ferreira dos Santos pela quantia de 100 mil cruzados. Alguns desentendimentos com a Irmandade atrasaram o início das obras e retardaram os trabalhos que foram interrompidos inúmeras vezes. Em 14 de novembro de 1766, uma nova arrematação foi feita por João Álvares Viana.

Com o passar do tempo, a documentação da casa acabou se perdendo e hoje é quase inexistente. De acordo com Rodrigo Bretas, primeiro biógrafo de Antônio Francisco Lisboa – o Aleijadinho -, a antiga casa do Noviciado chegou a ser, provisoriamente, a residência do famoso escultor e arquiteto barroco enquanto o mesmo trabalhava nas obras da Igreja do Carmo. A partir daí, a edificação começou a ser tradicionalmente chamada de Casa do Aleijadinho. Para a instalação do Museu do Oratório, a antiga construção passou por uma grande restauração, com a inclusão de mobiliário técnico, modernos recursos tecnológicos e novo revestimento interno e externo.

Informações

Endereço:Adro da Igreja do Carmo, 28º – Centro Ouro Preto – (SEDE)

Telefone: +55 [31] 3551 5369

Horário de Funcionamento: De quarta à segunda, de 9h30 às 17h30.

Site: http://museudooratorio.org.br/

Ingresso: R$5,00 (inteira) R$2,50 (meia). Entrada gratuita para estudantes e professores, com comprovação.




Fonte: www.ouropreto.mg.gov.br

Summary
Review Date
Reviewed Item
Museus em Ouro Preto MG
Author Rating
51star1star1star1star1star